“Sou literalmente uma COSMO GIRL! Não posso acreditar que estou dizendo isso”. Foi assim que a modelo plus size Tess Holliday comemorou nas suas redes sociais que iria ser capa da edição de outubro 2018 da Cosmopolitan britânica.

A modelo de 33 anos agradeceu à revista e à editora chefe, Farrah Storr, pela oportunidade, “se eu tivesse visto um corpo igual ao meu nesta revista quando eu era mais jovem, isso teria mudado a minha vida e espero que ela faça isso por alguém”.

Imagem: Cosmopolitan UK

E essa nem mesmo é a primeira capa de revista de Tess! Em junho deste ano ela anunciou que estaria na capa da revista SELF, onde contou em uma entrevista sobre seu trabalho como modelo e ativista.

Na entrevista para a Cosmopolitan, Tess também falou sobre esses assuntos, além de destacar seus desafios com a saúde mental. Ela contou à revista que recentemente passou pela pior crise de sua vida, “Eu queria apenas desaparecer. Eu queria sumir. Eu sentia naquele momento como se estivesse machucando todos ao meu redor. Parecia um buraco negro sem fim”, disse a modelo.

Apesar dos problemas, Tess continuou firme e manteve seu papel como influencer do movimento body positive na internet. Ela é um sucesso no Instagram e constantemente posta fotos positivas e com legendas bem-humoradas para inspirar outras mulheres ou responder aos “haters”.

Ela já lançou uma campanha no Instagram chamada #EffYourBeautyStandards (ferre-se os seus padrões de beleza). Tess contou para a Cosmopolitan que criou a campanha porque estava cheia de pessoas comentando nas suas fotos que ela era muito gorda para usar certas peças de roupas.

Imagem: Cosmopolitan UK

Cansada desses comentários, postou fotografias dela mesma nessas roupas, que dizem que mulheres gordas não deveriam usar, e encorajou outras mulheres a fazerem o mesmo. A campanha foi um sucesso e a hashtag foi usada 3 milhões de vezes por pessoas ao redor do mundo, além de agora ter sua própria página no Instagram.

 

 

 

 

Mas, como você já pode imaginar, as pessoas que atacam Tess na internet por conta do seu peso não ficaram nada felizes em ver a autoconfiança da modelo estampada na capa de uma revista reconhecida mundialmente.

Piers Morgan, apresentador de um talk show britânico, disse nas suas redes sociais que a capa é perigosa e errada, em uma época em que o Reino Unido batalha contra uma crise de obesidade.

Imagem: Cosmopolitan UK

Com isso, a própria editora chefe da publicação, Farrah Storr, foi até o talk show rebater as críticas do apresentador, que disse que ela estava celebrando a obesidade mórbida. “Esta é uma capa com uma mulher grande, em um mar, em um mundo, em uma cultura que venera, desde consigo me lembrar, a magreza. Eu estou celebrando ela, não a obesidade mórbida”, disse Farrah durante a entrevista.

Sobre as críticas, Tess respondeu elas com muito bom humor e disse que não fez a capa para pessoas como Piers, mas para as mulheres ao redor do mundo que precisam ver alguém parecida com elas e entender que são lindas. “Minha saúde não é problema de ninguém. Minha mensagem não é, “Vamos todos ser gordos!”. Minha mensagem é “Se ame, independente do seu corpo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu Nome