Filha de migrantes nordestinos, Isabel foi criada em uma das maiores favelas brasileiras, a favela de Heliópolis, onde viveu até os seus 25 anos. A partir daí, a garota começou a viajar por conta do trabalho e não parou mais.

Atualmente, a paulista mora em Roma, na Itália, onde alimenta sua paixão por cultura, artes, moda, sustentabilidade.

Entre seus principais hobbies ela destaca a leitura

São 24 livros por ano e pelo menos 8 revistas por mês – conta ela

Além da sede por livros, ela também é super ligada na cena esportiva e adora acompanhar jogos de futebol, tênis, NFL, Fórmula 1 (peculiar, não?)

Isabel e namorado no Estádio Olímpico de Roma, assistindo a um jogo da Champions League

Mas como ela foi parar em Roma?

(Quem tem boca vai a Roma, né?)

“Em 2016, vendo que as coisas no Brasil estavam indo mal, eu comecei a traçar um projeto para sair do país”

Seu primeiro objetivo era se mudar para o Canadá, já que em algumas cidades há uma oferta enorme para profissionais com a sua especialização (construção civil).

Mas para isso, eu tinha que aprender a falar francês, conta ela

Determinada, Isabel traçou um plano para atingir o nível A2 (o mínimo exigido) até Julho/2017, e comecou a fazer aulas particulares, já pensando em fazer um intercâmbio de um mês na França quando tirasse férias.

Isabel, Roma

O plano de aprender francês deu muito certo, ela adquiriu até mais do que o nível necessário, mas após dois meses de intercâmbio, tudo mudou dentro de sua cabeça.

Ela percebeu que não queria mais seguir a carreira em construção civil, ela já estava cansada disso.

Então, na frente de um belíssimo quadro do Caravaggio na Galleria degli Uffizzi em Florença eu tive uma epifania: minha paixão sempre foi o mundo da arte e da cultura, o Canadá com seu clima frio não tinha nada a ver comigo, eu deveria mudar meus planos e vir pra Itália.

Nisso, ela começou a procurar programas de mestrado completamente diferentes de sua formação em exatas, e encontrou um programa que a preenchesse.

Desde março de 2018, Isabel vive em Roma, na Itália, e ela conta que não poderia ter feito uma escolha melhor.

Isabel, Roma

E qual seu grande sonho de vida?

Construir um legado através da arte e da cultura.

Isabel

Eu mesma sou um bom exemplo do que o acesso a essas coisas é capaz de se fazer.

Muitas pessoas que faziam parte da minha infância e adolescência trilharam caminhos completamente diferentes. Alguns são muito felizes, mas muitos não estão mais entre nós.

O apoio dos meus pais e a insistência deles para que eu fosse uma pessoa educada e com acesso à arte fez toda a diferença, e aí a gente nota que o mundo passa a não ter limites.

Meu projeto de vida, é ajudar da melhor forma possível projetos e iniciativas que através da arte querem ajudar as pessoas dentro de comunidades e locais muito vulneráveis.

Tenho o desejo de publicar o meu primeiro livro, retratando histórias de superação de uma instituição que eu conheço pessoalmente, e ajudá-los financeiramente também. E isso seria só o primeiro passo. Tenho muita fé nesse sonho.

Isabel, Roma

Quais são seus assuntos preferidos e o que o público da Rio Magazine pode esperar de você?

É engraçado isso, porque de primeira as pessoas acham que eu quero parecer sabichona, porque eu adoro conversar sobre tudo, mas isso tem muito a ver com a minha principal característica: eu sou muito curiosa.

E até mesmo por isso seria legal poder falar sobre tudo: viagens, moda – que é uma outra paixão – saúde, e até mesmo sobre coisas um pouco mais profundas, como por exemplo, de como a gente precisa cuidar do nosso corpo e da nossa cabeça pra encarar o desafio de correr atrás dos nossos sonhos tão longe de casa.

Você pode nos contar alguma curiosidade sobre você?


Essa vai ser curta: eu não gosto de chocolate! =D 

Isabel, Roma

Bem vinda, Isabel, nova colunista da Rio Magazine!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu Nome