Viver no exterior é uma das experiências mais enriquecedoras das quais você pode fazer parte.

Seja estudando, trabalhando, turistando, morar em um outro país permite que você se depare com novas situações e tenha que solucionar problemas que você não encontraria em seu país de origem, ajudando você a se desenvolver e crescer como pessoa.

Viajar é uma das maneiras mais eficientes de expandir seus horizontes.

“Por vezes a vida pode ficar difícil, mas eu aguentaria firme porque viver num país estrangeiro é uma dessas coisas que todos deveriam fazer, pelo menos uma vez na vida. Eu acredito que essa experiência completa a pessoa, a molda e transforma num cidadão do mundo.” – David Sedaris

Mudar para o exterior e começar do zero num país desconhecido é uma das experiências mais desafiadoras e, ao mesmo tempo, mais aterrorizantes.

Adrenalina passa a fazer parte da sua vida.

A partir do momento em que você decide se mudar para o exterior, sua vida se transforma em uma poderosa mistura de emoções – aprendendo, improvisando, lidando com o inesperado …

Por um tempo, a palavra “rotina” é descartada do seu vocabulário.

Novos lugares, novos hábitos, novos desafios, novas pessoas.

Começar de novo deve aterrorizá-lo, mas é viciante!

Hangzhou, A capital chinesa do chá.

Quando você volta para casa, tudo parece igual.

Quando você tem alguns dias de folga e voa de volta para casa, acaba se surpreendendo com o pouco que tudo mudou.

Sua vida está mudando a um ritmo sem parar. Mas, em casa, a vida é a mesma coisa de sempre. Todo mundo continua lutando com suas tarefas diárias enquanto você estava pelo mundo. E esse sentimento gera muitos questionamentos! Devo continuar minha jornada? Devo voltar a rotina? Acredite, a maioria fica com a primeira opção.

Você tem que fazer sua casa caber em uma mala de viagem.

Desde o momento em que você espreme sua vida em uma mala , a sua definição de “casa” não existe mais.

Quase tudo o que você pode tocar pode ser substituído – onde quer que você viaje, você acabará acumulando roupas novas, livros novos, canecas novas.

Mas virá um dia em que de repente você se sentirá em casa em sua nova cidade.

O lar é a pessoa que viaja com você, as pessoas que deixa para trás, as ruas por onde sua vida passa.

O lar também é o material aleatório em seu novo apartamento, as coisas que você vai se livrar em um piscar de olhos quando chegar a hora de sair.

O lar é todas essas memórias, todas essas chamadas de longa distância com sua família e amigos, um monte de fotos.

Lar é onde o coração está.

O tempo passa a ser medido através de pequenos momentos

É como se a vida passasse através da janela do carro – tudo se move muito lentamente nas costas, na distância, enquanto na sua frente a vida passa a toda velocidade.

Por outro lado, você recebe novidades de casa – aniversários que você perdeu, pessoas que partiram sem você ter a chance de dizer adeus uma última vez, festas que você não poderá participar.

Quando se está longe, o tempo está tão distorcido que você aprende a medir isso em pequenos momentos, seja através de uma chamada por Skype com sua família e seus amigos, ou mesmo nvoas descobertas com seus novos amigos.

A nostalgia bate no peito quando você menos espera

O sabor daquela comida, uma canção, um cheiro.

O menor detalhe pode deixar você com saudade.

Você sente falta dessas pequenas coisas que você nunca pensou que sentiria, e você daria qualquer coisa para voltar para aquele lugar, mesmo que fosse por um instante. Ou para compartilhar esse sentimento com alguém que o entenderia …

Você aprende a ter paciência e a pedir ajuda

Quando você mora no exterior, a tarefa mais simples pode se tornar um grande desafio. Processar a papelada, encontrar a palavra certa, descobrir que ônibus deve pegar.

Sempre há momentos de angústia, mas logo você percebe que já está muito paciente do que quando chegou.

Pedir ajuda não é apenas inevitável, mas também um hábito muito saudável.

Em resumo, são vários altos e baixos a serem colocados na balança e a decisão de partir é subjetiva, cada um tem sua resposta.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu Nome