Oiii pessoal,

Sou a nova Rio Model aqui na China e hoje vim contar um pouquinho de como foi a minha chegada até aqui.

A parte mais difícil foi sem dúvidas sair de Fortaleza que é a cidade onde está toda minha família.

Confesso que deu aquele friozinho na barriga só de imaginar que voltaria 6 meses depois.

Embarquei para o RJ no dia 07 de maio, para tirar o visto da China (aquela parte tensa de toda viagem internacional).

Graças a Deus deu tudo certo, mas eu só iria receber o passaporte com a autorização de entrada na China na outra semana, então aproveitei pra curtir um pouco os últimos dias no Brasil e rever alguns amigos.

Finalmente chegou o início da semana e eu pude pegar meu passaporte, fui de manhã bem cedo no consulado, peguei e já voltei pra casa do meu tio, que é onde fico hospedada no RJ pra arrumar as malas e embarcar no mesmo dia à noite!

Fiz uma conexão rápida de 3 horinhas em SP, conheci um brasileiro, ficamos conversando e as horas passaram super rápido!

Logo embarquei para mais uma conexão na Etiópia e foram 12 horas de vôo.

Foi super tranquilo, dormi uma boa parte do tempo.

Foi quando começou a cair a ficha, que eu realmente tava saindo da minha zona de conforto.

 

Tava em um país que não tinha ninguém falando meu idioma, não entendia nada que eles falavam e tinha que me virar.

Mas ainda assim foi tranquilo porque o aeroporto de lá é bem pequeno, já fui atrás do meu portão de embarque e fiquei esperando.

A conexão foi de cinco horas. Quando passaram duas horas eu já estava impaciente e fui andar.

Vi cada gente de cultura diferente que eu me sentia a estranha (haha).

As mulheres com véus na cabeça, homens descalços, enfim.

Voltei para o meu portão e passei a refletir um pouco sobre aquele país que passa por uma necessidade tão grande –  inúmeras pessoas que ali passam fome, não tem um lar, e eu comecei a orar pelo país e pedir a Deus que estendesse as mãos sobre aquelas vidas.

Quando faltava meia horinha para o meu vôo, o brasileiro que eu havia conhecido apareceu lá e ficamos conversando, ele estava indo para a Thailandia e tinha chegado no mesmo vôo que o meu.

Por fim chega o tão esperado vôo Etiópia ✈️ Guangzhou, mais 9 horinhas de viagem e eu fiz de tudo pra não dormir porque cheguei aqui no fim da tarde, então precisava chegar cansada pra dormir à noite e acostumar com o fuso horário de 11 horas de diferença do Brasil.

Quando cheguei, aquela tensão do consulado foi multiplicada por 30 para passar na imigração.

Não tinha nada de errado, mas sempre da aquele friozinho na barriga!

Foi de boa, não me perguntaram nada, peguei o celular e avisei pra Sandra que já estava desembarcando e ela já me aguardava na saída!

Na hora de passar no raio X eles cismaram com a minha mala, abriram tudo, mexeram, mexeram mas não tinha nada demais, estavam querendo deixar meus 3 kg de feijão e eu comecei a tentar explicar que era comida típica do Brasil!

Perguntaram quanto em dinheiro eu tava trazendo, o que eu ia fazer aqui na China, aí já bateu aquele nervoso de novo, mas comecei a falar sorrindo, mudando de assunto e eles me liberaram.

Quando saí, a Sandra já tava me esperando com uma plaquinha  de boas vindas, fiquei me achanyyy mesmooo!

Welcome to China!

Me levou até em casa e no caminho eu fiquei toda boba querendo ver tudo, quando cheguei já me apresentou a casa toda, meu quarto e as outras modelos que já estavam aqui.

Cheguei me sentindo super em casa, divido o quarto com mais duas modelos, a Lary e a Lucy e tá sendo super tranquilo a convivência com todas elas!

Quarto com Lucy e Lari!

Conheci a Carol que eu já acompanhava nas redes sociais antes e ela me recebeu super bem, já me ofereceu as comidas dela  pra eu tomar café da manhã no dia seguinte.

No mesmo dia que cheguei, me arrumei toda e já tinha um fitting (prova de roupa) pra fazer!

Tirei as fotos e depois fui jantar com as meninas em um restaurante que chama Sezariya! (que virou minha cozinha)

Eu fiquei chocada com o fato de tudo ser tão barato e tem umas comidinhas deliciosas!

Um prato lá custa cerca de 12 RMB que em real sai por  6,00,  é tipo um restaurante de estudantes, bom e barato!

Fomos pra casa e praticamente depois de dois dias de viagem, fui descansar.

Então essa foi a minha chegada pra começar uma nova jornada, rotina e trabalhos na China!

Em breve vou contando mais do meu dia a dia, curiosidades e experiências, obrigada por acompanhar e até o próximo post.

Beijaaaaaaaaão.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu Nome