Como uma desenvolvedora de negócios sociais que se compromete com as diversas vertentes da vida de um pessoa que mora em países pobres, o consumismo é um dos maiores problemas que enfrento no processo de treinamento e troca de informações com a comunidade local.

A mente da maioria das pessoas está automaticamente pré disposta ao consumo desnecessário. Sim, consumismo é uma doença do nosso século.

O consumismo é a ilusão em achar que nós precisamos de coisas que trazem status para sermos o que sonhamos. E o mais engraçado é que geralmente o que sonhamos ser não está conectado com a nossa vocação natural, mas com o fato de que sonhamos ser para conseguirmos consumir. Ou seja, entramos em um ciclo de consumo sem fim. Nunca estaremos satisfeitos!

Ao realizar uma pesquisa de campo onde jovens no interior de Miamar desistiam dos estudos para trabalhar em campos de ópio ou de arroz, minha equipe e eu, chegamos a conclusão que eles desistiam dos estudos por diversas razões, mas a principal é que eles queriam ter algum dinheiro para comprar celular, relógio e tênis de marca!

Na hora de responder a pesquisa, ao fazer a pergunta pela primeira vez, eles respondiam que saíam da escola para ajudar seus pais. Ao perguntar pela segunda vez, eles respondiam que o salário de uma pessoa formada era o mesmo de uma pessoa sem formação. Ao perguntar o que eles faziam com o dinheiro, a resposta foi “consumo desnecessário”. Quase ninguém ajudava aos pais, quase ninguém pensava que pessoas formadas tem mais oportunidades em qualquer lugar do mundo. Eles estavam preocupados em serem relevantes naquele momento, para aquele grupo social!

Essa fantasia, tem trago danos a vida das pessoas de forma irreparável porque elas não estão vivendo de acordo com suas realidades ou não estão planejando corretamente seu futuro.

O QUE É CONSUMISMO? SERÁ QUE VOCÊ É CONSUMISTA?

Consumismo é o ato de comprar de forma impulsiva e sem a menor necessidade. O ato de comprar se torna um vício, compulsão.

Muitas pessoas ficam viciadas em consumir porque ao fazer uma compra nasce um sentimento de poder, ou gera-se um grau de status em determinado grupo social, resultando em uma alegria momentânea, alegria essa que as pessoas gostariam de sentir mais vezes!

O problema é que o consumismo esconde o grande vazio, depressão e frustração, muitas vezes causada por falta de foco e prioridade na vida.

Se você é daqueles que compra só para estar na moda, estar por dentro das tendências, para descarregar seu stress ou raiva, ou somente para mostrar que pode comprar, e por conta disso está abandonando planos futuros que precisavam de investimentos financeiros, mas que seu consumo desnecessário não deixa você investir em você mesma… Você precisa acertar o ruma da sua vida agora!

COMO ACERTAR SEU FUTURO E SUAS PRIORIDADES ?

  • VOCÊ PRECISA MESMO DISSO?

Toda vez que você for comprar algo faça essa pergunta para você mesmo “Eu preciso desse produto mesmo? Porque estou fazendo essa compra? O que está me motivando fazer essa compra?“. Não se engane com as respostas que você mesmo pode dar! Nós temos a capacidade de nos auto sabotar! Por isso faça essa mesma pergunta inúmeras vezes até você ter certeza que está fazendo a compra de forma correta, ou seja, porque você precisa!

Se você leu a tirinha acima creio que tenha entendido o recado. Use seu dinheiro para investir em você com coisas úteis. Ao invés de gastar R$2000 em um celular, invista nos seus estudos, ou em um aprimoramento profissional, na melhoria do seu negócio, na sua família. Ou seja, invista no que é necessário de fato para alcançar novas oportunidades e objetivos maiores! Coloque você e sua família dentro do carrinho de compras!

  • Por isso essa é segunda dica… NÃO SE SABOTE! No fundo, no fundo a gente sabe quando a gente faz uma compra pelos motivos errados!
  • TENHA UM PLANO DE VIDA

Planeje sua vida. Entenda onde você quer chegar, quais são os caminhos necessários, que cursos ou investimentos fazer. Se você segura o bolso agora, poderá estar muito mais próximo do seu sonho para o seu futuro. Isso se chama ter prioridades. As prioridades te fazem e determinam seus passos. Se você não tem prioridades estará vulnerável.

Seja firme com suas prioridades. Ofertas para gastar, consumir por consumir, estão disponíveis o tempo todo. Mas se você estiver firme, nada vai te abalar!

  • CONSULTE UM PSICÓLOGO

Se você mesmo seguindo esses passos não consegue deixar de comprar de forma desenfreada, busque ajuda profissional. Como já disse, consumismo é uma doença que mascara um problema mal resolvido. Por isso um profissional pode te ajudar a ser mais assertivo na solução desse problema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu Nome