Modelos dos anos 80 e 90 voltam às passarelas

0
141

Nas últimas Fashion Weeks, os estilistas decidiram provar para todos que a moda não tem idade. Não há uma regra, mas profissionais da indústria afirmam que geralmente modelos param de desfilar quando por voltas dos 30 anos. Gisele Bündchen, por exemplo, uma das modelos mais respeitadas do mundo, anunciou aposentadoria com 34 anos.

Mas com o mundo da moda está em constante mudança e cada vez mais diverso, era questão de tempo até que esta “regra” também fosse quebrada.

Donatella Versace foi a primeira a trazer as supermodelos de voltas às passarelas. No desfile de sua coleção Verão 2018, durante a Fashion Week de Milão, a estilista conseguiu realizar a proeza incrível de reunir Cindy Crawford, Naomi Campbell, Claudia Schiffer, Carla Bruni, e Helena Christensen no mesmo show, o que a Vogue descreveu como “O momento mais épico da temporada”.

Modelos icônicas dos anos 90 para Versace. Imagem: Getty Images

A decisão do diretor de elenco da grife, Piergiorgio Del Moro, era misturar gerações de modelos lindas e fortes, além de provar o poder da Versace através dos anos. Várias tendências dos anos 90 populares da grife foram trazidas para o desfile com esse propósito.

Mais recentemente, nos desfiles da temporada de outono/inverno, a tendência de trazer modelos mais experientes para a passarela foi adotada por várias marcas! A Dolce & Gabbana, por exemplo, trouxe para a Fashion Week de Milão um grande show com muitas supermodelos dos anos 90 como Eva Herzigova, Carla Bruni, Helena Christensen e Karen Elson.

Maye Musk na passarela da Dolce & Gabbana. Imagem: Victor Boyko/Getty

O elenco foi composto de modelos jovens como Ashley Graham e Emily Ratajkowski, até Maye Musk, de 70 anos, que foi apontada pela revista Forbes, em 2017, como a modelo mais bem paga do mundo, superando a marca de Gisele Bündchen. Quem fechou o desfile, cheio de representatividade, foi a modelo Karen Elson, de 39 anos, ao lado de Kailand Morris, filho do cantor Stevie Wonder.

Isabella Rossellini, Elettra Wiedemann e Ronin. Imagem: Indigital.tv

Outro momento marcante foi a participação da modelo italiana Isabella Rossellini, de 66 anos, junto com sua filha, a modelo Elettra Wiedemann, e o neto, mostrando com orgulho três gerações da família na passarela.

Felicidade é olhar para o que você tem e se sentir grato. É claro sou como qualquer mulher. Quando olho no espelho, vejo meu pescoço – ele me deixa louca. Eu tento não escutar essa voz e digo: “Mas o batom ainda fica ótimo!”, disse Isabella em entrevista à Vogue.

 

 

 

Em um desfile com grandes nomes entre as modelos jovens, foi a modelo Kristen McMenamy, 53, que roubou os holofotes e abriu o desfile da grife Valentino na Fashion Week de Paris. Já a modelo britânica Stella Tennant, de 47 anos, abriu o desfile de Victoria Beckham, além disso desfilou para outras grifes como Calvin Klein e Burberry.

Outro destaque, muito comentado na mídia, foi a volta da modelo Shalom Harlow às passarelas. Aos 44 anos, ela encerrou o desfile da Versace, na Fashion Week de Milão.

A volta dessas supermodelos incríveis às passarelas é um sinal muito bom de que a moda está cada vez mais acolhedora para todas as mulheres. Afinal, a idade é apenas um número e sua beleza e estilo vão sempre permanecer.

Shalom Harlow à frente do desfile da Versace. Imagem: Getty Images

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here